Desfrutar da gastronomia portuguesa....

A gastronomia portuguesa é internacionalmente conhecida por ser deliciosa! Esta integra a dieta mediterrânica e apesar da maioria dos pratos incluírem carne ou o típico bacalhau, e dos doces serem "recheados" de ovos, a maioria dos pratos são de fácil adaptação á alimentação vegan, muitos deles com simples alterações.

Seguem alguns exemplos que provam que ser vegan não é "díficil"e que certamente deixarão água na boca.


Comecemos pelas entradas.


Pão com azeitonas e alho

Perfeito, vegan á partida! Basta untar o pão com azeite, "esfregar" nele um alho e decorar com tomate cherry e azeitonas ás rodelas...


Cogumelos á bolhão pato

Neste prato de substituímos as ameijoas por cogumelos, e podemos continuar também a mergulhar pedaços de pão no molho divinal em que são preparados, feito à base de azeite, coentros e alho.


Seguem-se pratos principais e saladas

Gaspacho

O gaspacho à alentejana é um prato típico da região. Um prato fresco para servir nos dias quentes. É simplesmente....veganástico! Inclui tomate, pepino, cebola, pimentão, pode ser temperado com coentros, azeite e vinagre. Podemos adicionar outros ingredientes e temperos a este prato pouco calórico e delicioso. E podemos ainda mergulhar o pão no molho. Hummm!




Açorda de Espinafres

Tradicional do Alentejo, a açorda é fácil de fazer! Num almofariz esmagar alho picado, pimentão verde, coentros, sal e azeite. Ferver água e demolhar os espinafres. Juntar a água e os espinafres aos preparado no almofariz. Demolhar o pão e saborear.... Poderá ainda juntar batata cozida.



Feijoada

Apesar de existirem muitas versões deste prato, os seus principais ingredientes são sempre os feijões e a carne de porco. Este é um prato que teve a sua origem nas regiões de Trás-os-Montes e Douro, onde se usam respectivamente os feijões vermelhos e os brancos. Colocamos o porquinho a comer connosco e damos-lhe muito carinho e no nosso prato colocamos cogumelos cozidos em molho de tomate, cenouras e repolho, ao que se adiciona uma colher de massa de pimento e alho para dar o sabor típico do chouriço. Torna-se apropriado para o inverno, geralmente acompanhada de arroz branco.


Vamos á melhor parte, sobremesa!

Arroz Doce

O arroz doce é tradicionalmente cozido em leite com açúcar, uma raspa de limão e um pão de canela, e após ser retirado do lume é colocado numa taça e decorado com canela em pó. Para o tornar vegan basta substituir o leite de vaca por leite de vegetais (amêndoa ou aveia, por exemplo)!



Doce Fino do Algarve

Este doce regional do Algarve é muito conhecido e apreciado aquém e além fronteiras de Portugal. Os estrangeiros conhecem-no como docinho de marzipan, uma vez é é feitio a partir de uma mistura de massapão, à base de amêndoa, o ingrediente mais comum na doçaria tradicional algarvia. Esta massa, também é conhecida como massa de amêndoa, massa de doce regional ou massa de morgadinho. Depois de preparada a massa, são moldadas figuras, normalmente frutas e animais pequenos, pintados com corantes alimentares de cores alegres para criar uma boa imitação do objeto real. Estas deliciosas figuras são ainda recheadas com fios de ovos. Que podem ser substituídos por manga. Para isso descasque a manga e embrulhe-a em papel alumínio ou coloque-a em um saco plástico com zip e coloque no congelador. Depois de congelada desembrulhe e usando um ralador de legumes finos, vá fazendo os tais "fios", ralando a manga.



Ingredientes

(para cerca de 20 doces finos)

1 colher (sopa) de água

300 g de açúcar fino

300 g de amêndoa ralada

Fios de "ovos" p/ o recheio (manga)

Corantes alimentares q.b.


Preparação

De véspera, rale muito bem as amêndoas até ficarem em pó (a pesagem é feita depois de as amêndoas estarem raladas). Leve o açúcar a ferver em lume brando, com um pouco de água (só a suficiente para o absorver), mexendo de vez em quando. Depois de ferver cerca de 3 minutos, junte a amêndoa ralada e mexa bem para que não crie grumos.

Continue a mexer até a  massa ficar com uma consistência moldável. Retire do lume e continue sempre a mexer até a massa arrefecer a ponto de poder ser trabalhada com as mãos. Deite a massa sobre a pedra da bancada e amasse. Nesta altura, como já está fria, começa a ficar mais dura, pelo que será fácil formar uma bola.

Coloque a bola de massa de amêndoa num recipiente, tape e deixe repousar de um dia para o outro.

No dia seguinte, faça pequenas bolinhas, abra-as e coloque nelas um pouco de fio de "ovos" (manga), só mesmo um pouco, para que não fiquem muito inchadas e seja possível moldá-las.

Molde figuras do seu agrado, tradicionalmente, fazem-se figuras relacionadas com a natureza – frutas e legumes, animais, flores, entre outras.

Decore as figuras com corante alimentar. As cores mais usadas são o rosa-claro (para pétalas e flores), o amarelo (para o olho das flores), o verde (para as folhas) e o castanho (para os troncos).


Estes são apenas alguns exemplos, que requerem uma adaptação simples. Sempre que a receita envolve leite ou ovos, basta colocar um substituto adequado :)


Saiba mais sobre alimentação vegan no nosso workshop e fique atento ao blog!


#receita #gastronomia #vegan #comidaportuguesa #portugal #algarve #alentejo #comida #delicioso

57 visualizações

jaMi

dfd.gif

Ajuda

contactoS

Neste momento devido ao elevado numero de contactos não dispomos de contactos via telefónica.  

 

E-mail: apoio@jami.pt

Tempo médio de resposta 12h-48h uteis

Horario de atendimento (resposta): terça a sexta-feira das 11:00 ás 13:00 e das 16:00 ás 19:00h.

  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Facebook Ícone
Subscreve a nossa newsletter

Jami® | Todos os direitos reservados

encOntra-nos

RUA FILIPE ALISTÃO 51 8000-343 FARO

A LOJA ENCERRA ENTRE 14 A 21 DE SETEMBRO

TERÇA A SEXTA

11:00-13:00 

16:00-19:00

SÁBADO

10:00 - 13:00

FERIADOS

Encerrado